quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Casa de turfa islandesa



Fonte da Imagem: http://www.nothingisreal.com/photos/Iceland/Iceland_2009/Glaumb%C3%A6r/tn/img_0455.jpg.index.html

Na imagem: Foto de uma casa de turfa na Islândia.


Na Islândia se adequando as belas paisagens existem casas baixas cujo o telhado é feito de gramíneas e parecem ser produto de decoração ou até mesmo tirados da ficção.

Mas o que parece ser ficção foi realidade para os primeiros colonos da região, os vikings. Essas casas foram construídas dessa maneira por dois motivos: por causa do frio congelante e por causa da escassez de árvores na ilha gelada, aliás, o nome correto da Islândia é Iceland que significa terra do gelo.
As casas possuem o alicerce de pedra, o revestimento interno é de madeira nas paredes e forro. 

O forro de madeira para assegurar a turfa e a turfa em cima, revestindo toda a casa do lado de fora. Muitas casas são praticamente enterradas na terra, outras um pouco mais altas, os colonos faziam essas casas enterradas na terra para abrigar contra o frio intenso e também para poupar gastos, uma vez que a madeira era escassa. 

Quando a Islândia foi descoberta pelos vikings havia um bom número de florestas de pinheiros, somente as montanhas e terras altas eram desprovidas de vegetação significativa; mas a madeira era escassa, ela era usada principalmente na construção de barcos, navios e objetos, e isso levou os vikings a usarem a turfa como matéria prima para construção de casas e para se isolar contra o frio intenso.

A criação de casas com revestimento de turfa ou terra com gramíneas já existia na Escandinávia, mas como as florestas eram abundantes por lá a preferência era por casas de madeira; somente pessoas que viviam mais aos norte da Escandinávia que tinham casas de turfas.

Hoje as casas servem mais de enfeite, alguns até moram nelas outros criaram bares e comércios para se lembrarem da sua história que remonta os vikings e como atração turística. A maioria das pessoas da Islândia de hoje usufruem de casas de madeira, tijolos e ferro e com aquecedores ligados o dia inteiro.

Nos filmes da trilogia O Senhor dos Anéis aparecem casas similares com a dos antigos colonos islandeses, isso porque JRR Tolkien endossava o mundo nórdico. Infelizmente hoje sobrou pouco das florestas que antes haviam, embora os povos bárbaros vivessem nas florestas e davam importância as árvores, parece que a ganância acabou com parte da moral antiga que valorizavam as árvores. A Islândia hoje é mais reconhecida por seu isolamento, seus gêiseres, montanhas de neve e vulcões.