quinta-feira, 31 de outubro de 2013

A importância de uma lei que torne o conhecimento livre de tributos

 
Aaron Swartz defendia o livre acesso a todo o tipo de informação!
Fonte da imagem: Wikipédia

A lei da liberdade de informação

Deveria haver uma lei que tornasse todo o conteúdo de informação, conhecimento em qualquer área e imagens de quadros antigos e estátuas algo de domínio publico.

Uma coisa que vejo são os direitos autorais barrando notícias, imagens, vídeos, documentários e artigos científicos. 

TODO O CONTEÚDO DE INFORMAÇÃO E QUE ENGLOBE INFORMAÇÃO E CONHECIMENTO DEVERIA SER PROPRIEDADE NÃO DE UNS, MAS DE TODOS!

A Wikipédia está aí para transmitir o conhecimento livre, mas mesmo assim ela ainda é muito incompleta e amadora.


Fora pseudociência já!

Muitos se aproveitam dos direitos autorais para escreverem livros pseudocientíficos para ganhar dinheiro. Livros que falam de ETs, teorias absurdas e coisas sem nexo. Com a lei de liberdade de informação isso impediria autores pseudocientíficos de ganhar qualquer coisa com o trabalho.
É preciso uma lei que garanta que qualquer livro de conhecimento geral, ou de matéria cientifica seja isento de direito autoral!

Direitos autorais devem ser apenas pessoas que criam coisas, criam histórias ou que criam objetos e músicas.

Ciência não se empresta, ciência se dá!

O saber deveria ser gratuito, mas não é. Aaron Swartz mesmo defendia o livre acesso a informação, mas o capitalismo americano sempre fala mais alto e o governo dos Estados Unidos levou-o a júri por ele ter roubado conteúdo de uma universidade norte-americana. 

Aaron foi encontrado por morto no seu apartamento, se suicidou; contudo alguns especulam que foi o governo (corrupto e capitalista extremista) norte-americano que apagou esse visionário, temendo que a lei de liberdade de informação tirasse os tributos arrecadados pelo governo!


A internet pode ser a solução!

O poder da internet tem crescido com o tempo. As pessoas colocam de tudo na internet, sem falar que a internet é muito mais completa, farta e atualizada do que uma biblioteca velha!
Contudo ainda existe uma limitação grande! E o conhecimento não é totalmente livre.