terça-feira, 3 de novembro de 2015

Empire Of The Dead, a morte de George A. Romero e a cópia de Eu Sou A Lenda

HQ Empire Of The Dead escrita por George Romero e publicado pela Marvel.

Desde o sucesso de The Night of the Living Dead (A Noite dos Mortos-Vivos) em 1968 que George A. Romero fala que o responsável pela inspiração e criação, praticamente, do gênero apocalipse zumbi não foi ele, mas um cara chamado Richard Matheson (também conhecido pelo pseudônimo Logan Swanson).

Matheson, ou Swanson, criou I Am Legend (Eu Sou A Lenda, que seria adaptado 4 vezes para o cinema: The Last Man On Earth - 1964, The Omega Man – 1971, I Am Omega – 2007 e a última e mais conhecida adaptação I Am the Legend – 2007 com o então famoso Will Smith), mas parece que só sua última adaptação (com Will Smith) com grande produção e efeitos visuais que é lembrada, por motivos capitalistas óbvios.



Plágio consentido

Richard Matheson considerado o avó do apocalipse zumbi.

Logo depois da estréia de A Noite dos Mortos-Vivos, George Romero levou Richard Matheson pra almoçar! Isso mesmo! E contou a Matheson que ele teria sido o responsável pela inspiração.


“A primeira coisa que ele me disse, colocando os braços pra cima de mim, como se eu fosse golpeá-lo, era que ele não enriqueceu com A Noite dos Mortos-Vivos. ‘Era uma homenagem’. Ele é um cara bom, eu não guardei rancor dele, mas isso não significava que eu o considerava um amigo ou alguém que admirasse.”

George Romero logo depois confirmou a história:

“Eu contei pra ele, e ele me perdoou! E ainda me disse: ‘desde que você não fique rico, por mim está tudo bem’.”

Porra Romero! Pagou um almoço pro cara que foi praticamente o responsável pela história?!



Ladrão que rouba ladrão...

Se George Romero havia sido sacana o suficiente pra plagiar Richard Matheson, a mesma sacanagem iria acontecer com ele quando a distribuidora decidiu mudar o filme de nome, e se esquecendo de colocar o aviso de Copyright © que na lei da época era necessária para um filme ficar sobre proteção dos direitos autorais.

Só por causa da troca do nome! Trocando o título de A Noite dos Comedores de Carne por A Noite dos Mortos-Vivos e se esquecendo do aviso de cópia © o filme caiu em domínio publico!

George Romero conta no documentário Zumbimania do HBO Plus:
“Nós éramos uns garotos de Pittsburgh, nem tínhamos idéia do que estávamos fazendo”!

E continuou com ar sério:

“Se eu não tivesse perdido os direitos do filme, talvez hoje, esta entrevista estaria sendo concedida em algum lugar no sul da França, degustando um bom vinho”.

George caiu na gargalhada.

Os filmes de George não o deixaram rico, ele é apenas mais um diretor pitoresco de classe média dos Estados Unidos.

O filme está disponível no You Tube pra quem quiser ver e o You Tube não pode tirar da web, porque está em domínio público!


George Romero: um morto-vivo

Sem fortuna, com um pouco de preguiça e com pouca criatividade, Romero foi aos poucos perdendo força. Depois d’A Noite dos Mortos-Vivos decidiu começar uma série de filmes com a terminação Of The Dead (Dos Mortos), daí viriam Dawn Of The Dead -1978 (Madrugada dos Mortos) e tantos outros títulos.

Cada vez mais sem força e sem investimentos. Romero era mais respeitado pelo roteiro do que a direção em Hollywood, que diga-se de passagem estava perdendo força e se foi de vez quando em Land Of The Dead – 2005 (Terra dos Mortos) decidiu colocar os zumbis pra pensar!

Os zumbis de Romero começaram a pensar! Porra!

O último filme de George Romero (Ilha dos Mortos) se mostrou um fracasso!



The Walking Dead: usando o último pedacinho do porco

Eis que surge The Walking Dead, criada por Robert Kirkman, Charlie Adlard e Tony Moore, usa o que sobrou do porco (a ideia de zumbis canibais) e coloca de maneira simples e estendida em HQ (História em Quadrinho) tornando fácil de ser produzida e vendida.

Foi um sucesso!

George Romero ficou irritado com The Walking Dead, porque pra ele não passava de “uma novela, cujo zumbis não são os personagens tão importantes”.
Romero não iria deixar isso barato...



The Empire Of The Plágio

Empire of the Dead lembra livro I Am Legend de Richard Matheson.

Eu me vi obrigado a ler Eu Sou A Lenda de Richard Matheson (li o PDF pirata na verdade. Mas o interessante é que a Aleph relançou a pouco o livro - acho que vou comprar pra ler) pra entender onde é que Romero plagiou Richard Matheson e comparar o livro com última adaptação do cinema (com Will Smith).
O livro é 10 mil vezes melhor que a adaptação com o Will Smith! E não parece que Romero plagiou Matheson.

Eu li as primeiras HQs de The Empire Of The Dead, uma série de HQs criada por George Romero e editada pela Marvel que mostra zumbis e vampiros juntos, e parece que agora sim George Romero plagiou Richard Matheson!

No livro Eu Sou A Lenda há dois tipos de vampiros: os bobocas-feios (escrotos e que parecem-se zumbis) e os bonitões-inteligentes (mais parecido com os vampiros de Bram Stoker, aliás no livro Bram Stoker é lembrado) e aí que está o plágio! Romero agora sim copia o trabalho de Matheson.

Richard Matheson morreu em 23 de Junho de 2013! E Empire Of The Dead foi lançada em Janeiro 2014!

Quase 1 ano depois da morte de Richard Matheson!

Porra, Romero!

Esperou Matheson morreu pra sacanear ele?!



The Dead Of The Romero (A Morte de George Romero)

A HQ Empire Of The Dead, embora com uma ideia interessante (e copiada é claro, se não acredita vá ler Eu Sou A Lenda) é fraca e nada empolgante. Romero associa O Poderoso Chefão com Eu Sou A Lenda e vomita legal.
Se não acredita, leia!

Outro diretor-autor nada criativo é Guillermo Del Toro que com The Strain, série do Fox Channel,  lembra muito o livro de Richard Matheson, mais uma vez estuprado.

A Colina Escarlate parece ser um plágio descarado de Drácula de Bram Stoker de Francis Ford Coppola e do próprio livro de Stoker (Dracula).

O folclore romeno há tempos fala de vampiros, alguns bonitos, outros feios. Matheson jamais poderia processar Romero, porque a ideia de vampiros enchendo o saco é medieval, talvez mais antiga. O problema é que foi Matheson que criou o apocalipse zumbi!

Mas se lembrarmos que em passagens da Bíblia os mortos seriam ressuscitados e ver o alvoroço que os vampiros causaram na Romênia, fica claro que está no domínio público.

Terminando: fica claro que George Romero e Guillermo Del Toro são apaixonados por Francis Ford Coppola! Richard Matheson foi um tanto esquecido e eu prefiro a novela do Kirkman!

Posts relacionados: