segunda-feira, 16 de novembro de 2015

O homo pensa que sapiens

O pensador de Auguste Rodin

A natureza mostrando que generalizar é um erro

O pinguim – pássaro que não voa, mas nada;

O ornitorrinco – o mamífero que põe ovos e se parece com um pássaro;

Os golfinhos e baleias – mamíferos que se parecem peixes;

O morcego – o rato que voa;


A natureza fantástica

O pato que anda, nada e voa!

A lagarta que vira borboleta!

E as plantas carnívoras que comem insetos e animais pequenos para suprir seu 
desenvolvimento.

Realmente o homem não sabe de nada!


De bloggers a vloggers

Está sendo muito comum com a ascensão da internet as pessoas acharem que sabem das coisas, quando na verdade só a comunidade cientifica pode tirar conclusões a respeito das coisas e mesmo assim nem sempre a comunidade cientifica tira conclusões para não cometer erros ou generalizações descabidas.

Com a internet vieram os blogs (sites pequenos das quais qualquer um pode postar suas vivências e aprendizados) e os vlogs (canais de vídeos – sobretudo no YouTube – da qual as pessoas falam o que acham a respeito sobre vários assuntos).

O problema é que as pessoas acham que sabem das coisas! Se nem a comunidade cientifica se põe como detentora de todo saber, já que nossa mente é muito limitada por fatores genéticos e meméticos (simplesmente não conhecemos o universo por completo).

Se os cientistas pouco sabem a respeito da vida, como um popular seria capaz de fazer a descoberta do ano?


Sobre o meu blog e uma pausa ou fim

Depois de tempos com meu blog de antropologia, sem endosso acadêmico algum e depois de ver alguns vlogs absurdos do YouToba  YouTube. Decidi dar fim a isto, por hora ou pra sempre.

Nunca se diz nunca!

Mas se for recomeçar, talvez crie outro blog.

Minha intenção jamais foi ser pseudocientífico, aliás, meu blog tem mais haver com filosofia do que com antropologia.


“A melhor das intenções”

Todos nós buscamos respostas. A intenção minha em criar o blog foi levar o conhecimento que eu tinha e estudava na web de maneira mastigada e compensada para aqueles que desejavam algo didático.

Temos um mundo que omite ou não deseja compartilhar o saber! A Wikipédia é uma revolução na educação mundial!


A falta de conhecimento nos leva a ideias erradas

É assim com as superstições, com as religiões e com ideologias politicas.
“É preciso parar pra pensar e pensar pra parar!”

Talvez eu volte, não como um antropólogo amador, mas como um filosofo amador. Kkkkkkk


Tentando não ser a imagem de um passado, mas a ideia para um futuro.