segunda-feira, 8 de junho de 2015

Emissoras de TV illuminatis e a desinformação




É inegável a existência dos illuminatis (“os iluminados”) seja no fast-food nosso de cada dia, seja na marca famosa que está lá, seja no que você assiste na TV, uma parte de tudo que há tem o dedo deles.


Assista a CBS dos Estados Unidos, depois veja a Televisa do México, não se esqueça de dar uma passadinha na TV Bandeirantes do Brasil e a Rede Globo no final e você verá que nenhuma dessas emissoras te informa; aliás, elas omitem, colocam o que desejam e desinformam. Sem contar que enchem sua cabeça de merda que chamam de “entretenimento”!



“Não mencione os iluminados”!


Eles se auto clamam “os iluminados”, aqueles que receberam dos deuses (alienígenas) informações que não são dadas a qualquer um, daí o termo iluminado, aquele que tem luz (tem apoio alienígena).


Na alta antiguidade reis (entre os quais estão os faraós) e sacerdotes eram os iluminados de suas épocas. Agora o jogo mudou. São os burgueses capitalistas que detém o poder sobre o mundo.


Os illuminatis de hoje nada tem haver com os illuminatis da Baviera, porque aqueles tinham a intenção de trazer sabedoria ao mundo. Esses que aí estão querem que as pessoas continuem burras e trabalhando como escravas.


Esses “illuminatis” no início tinham como princípios o bem, o amor ao próximo e uma humanidade unida e sábia; mas parece que eles escorregaram na arrogância que o poder pode trazer e se tornaram escravos dele.



O público alvo


Seja ignorante e pronto: você está assistindo a Globo e está gostando! É notável que os ignorantes adoram essas emissoras. Seja pelo esporte que deixa os homens raivosos e alienados, seja pela novela que deixa as mulheres loucas e alienadas, seja pelo programa chato do Domingo deixando você com uma vontade louca de se suicidar.


Você não vai ver nessas emissoras documentários de alta qualidade (não a definição de vídeo, mas sim a qualidade), ou notícias imparciais de todas as partes do mundo ou programas educativos. Ao contrário: você verá novelas e séries que trazem violência, traição, morte e medo. Verá esportes deixando sua mente distraída como uma ovelha obedecendo um pastor. E toda a informação que você julga ser imparcial é mastigada e cuspida no monitor pra te alienar ainda mais. Pronto: Você é um otário!



A internet é a solução e também não é!


A internet surgiu como uma maneira de comunicação e controle. Ela não surgiu com fins pacíficos e com o dever de educar. Foram pessoas visionárias que surgiram com a ideia de trazer coisas e transforma-la numa nova biblioteca, uma “biblioteca pública e virtual”.


Mesmo assim a internet parece estar indo para o mesmo caminho. Muitas informações e conteúdo só são visíveis na deep web (conhecida como “internet do medo”, “internet oculta” e “internet do invisível”), porque na internet visível (a que utilizamos ao utilizar o Google por exemplo) estão sendo vetados conteúdos ( geralmente se alega: “os direitos autorais foram violados u.u”) por serem ilegais, geralmente a desculpa é dos direitos autorais. Até parte disso está correto, mas outra não.




Com toda a podridão a internet é ainda a única saída, junto com as bibliotecas e documentários antigos (são os melhores) para essa massa de alienação e desinformação.


Mas cuidado com a alienação ao navegar, porque quando você vê está irritado no Facebook com uma notícia ruim ou porque não curtiram a sua foto!