quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Ruivo

Um menininho ruivo
Créditos da imagem: Família Cariolato Caldas


A cor vermelha do cabelo está entre o castanho e o loiro, é mais clara que o castanho e mais escura que o loiro. 


Os ruivos possivelmente tiveram origem no sul e centro da Alemanha. Os ruivos e loiros na antiguidade faziam parte dos povos germânicos, nórdicos e celtas.

Os ruivos foram os primeiros humanos a se despigmentar segundo cientistas, surgiram entre 40.000 a.C. e 20.000 a.C. na Europa central e nas estepes da Rússia e Ucrânia. Ao passo que os loiros surgiram em 10.000 a.C. na Ucrânia, há ainda muitos controvérsias sobre tais relações. 


Origem

Quando o homo sapiens migrou para Europa em 40 mil a. C. se instalou lá, e com o tempo algumas pessoas começaram a nascer ruivas devido a ausência do sol e porque a Europa estava passando por uma era do gelo muito fria e com pouco sol. Os ruivos sobreviveram mais, pois seu organismo não precisava muito de vitamina D (presente no sol) pra viver. Ou seja: os ruivos surgiram por viverem numa terra muito congelada e com pouco sol. Os ruivos surgiram por volta de 40.000 a.C. a 20.000 a.C.

Uma estudante escocesa observou que cabelos ruivos estão relacionados ao mal tempo, e que a ausência de sol e o clima frio faz com que a Irlanda e a Escócia consigam mantenha a sobrevivência desse tipo racial. [fonte da informação]

Já os loiros surgiram por volta de 15.000 a 9.000 a.C. quando a Europa já não era tão fria e nublada. Os loiros tem mais melanina e são mais resistentes ao sol por conta disso, eles surgiram numa época em que a Europa não era tão fria e nublada.

Outra é que os loiros descendem de outro grupo de homo sapiens que migrou para Europa em 20.000 a. C., mas o assunto ainda é controverso. Os ruivos foram os primeiros europeus!

Os cientistas acreditam que os genes que propiciaram a coloração amarela e vermelha da pele e dos cabelos já estava mutada nas populações africanas antes de saírem da áfrica, a prova disso é o que chamamos hoje de albinismo.

O albinismo é mais freqüente em populações negras da áfrica subsaariana, um exemplo de um país onde o numero de albinos é gigantesco é a Tanzânia. Sabe-se que existem dois tipos de albinismo, o de coloração amarela e o de coloração vermelha. O de coloração amarela, é chamado de albinismo mesmo, é o mais comum, coincide com a alta porcentagem de loiros em comparação com os ruivos; e o de coloração vermelha, chamado albinismo rufuos, que é muito menos freqüente, quase raro, em comparação com o albinismo comum, coincide com a porcentagem de ruivos.


 Albinos da tribo Bhatti no Paquistão

Pode o albinismo dar a resposta para essa questão: que a mutação na cor do cabelo e olhos é mais comum na coloração amarela do que vermelha. O homo sapiens ao se deslocar para Europa teve sua pigmentação da pele alterada devido à baixa quantidade de luz do sol, isso diminuiu consideravelmente a melanina escura (eumelanina), deixando um meio pigmento o vermelho da feomelanina , os cientistas acreditam que isso foi uma mutação anômala, porque há pouquíssimos ruivos no planeta.

Existem raríssimos ruivos originais! Ruivos originais não possuem olhos verdes e nem azuis!

Na verdade o gene ruivo é recessivo, ou seja, todo o ruivo não é original. Ruivos geralmente são o resultado da mistura de pessoas da raça nórdica com o gene ancestral ruivo, ou a mistura de pessoas da raça mediterrânea com o gene ancestral ruivo também, ou raramente existem ruivos originais mesmo que se casam com loiros ou castanhos (pessoas morenas) e tem filhos ruivos.
Aliás, os primeiros ruivos que surgiram na Europa não tinham olhos verdes e nem azuis, mas sim olhos castanho claros. 

Os olhos azuis tiveram origem no Mar Negro, com o povo euri, e está ligado com pessoas loiras. Em genética não existe olhos verdes, os olhos verdes são a fusão entre olhos castanhos e olhos azuis! Ou seja: digamos que sua mãe tem olhos castanhos claros e seu pai olhos azuis você logo terá olhos verdes; mas tratando-se de genética é imprevisível acertar se você virá a ter olhos verdes mesmo, as chances são maiores de você ter olhos verdes (70%), mas você pode vir a ter olhos castanhos avelã ou azuis idênticos ao seu pai.


Ruivos de olhos verdes são a mistura de ruivos de olhos castanhos, ou do gene ancestral recessivo guardado em alguém da família, com um loiro(a) de olhos azuis. Aliás, o gene que faz uma pessoa ser ruiva é recessivo, ele pula gerações e gerações, um casal cujo o cabelo é preto ou castanho pode vir a ter um filho ou filha ruivos.

A noção de que loiros tem olhos azuis e ruivos olhos verdes é errado, como já dito. A pessoa tem olhos verdes por ter o pai, mãe ou ancestral que tinha olhos azuis


Uma pessoa ruiva original possui: pele tipo 1 (muito clara), sardas, cabelos e pêlos ruivos e olhos castanhos. Se um ruivo tem olhos verdes, pretos ou azuis, tenha certeza que ele não é 100% ruivo. Contudo por ser o gene ruivo recessivo ele sempre se apega a cor castanha ou clara nórdica (loiro de olhos claros), muitas pessoas eram ruivas quando criança e quando cresceram ficaram com cabelos castanhos ou outras são ruivas, mas parecem serem loiras, é isso aí o gene ruivo é recessivo.

Os ruivos são a segunda raça (tipo) mais clara, perdendo só para os albinos, pessoas que são albinas dizem ter a condição de albinismo; ao passo que os ruivos a condição de rutilismo e pessoas loiras muito claras tem a condição de biondismo. Isso porque ser branco demais não é qualidade alguma. 


Os três tipos mais brancos de pessoas:

1º Albinos – albinos possuem uma deficiência, é ausência de melanina.
2º Ruivos – ruivos possuem um pouquinho de melanina, mas não muito.
3º Loiros – loiros já possuem mais melanina que os dois outros juntos.



Geografia

Os ruivos são de raça europóide, ou seja, tiveram origem na Europa e se disseminaram conforme os tempos. Hoje a maior concentração de ruivos por km² se encontra na Escócia, seguida por Irlanda e reino unido. Dizem que o traço rutílico é exclusividade do povo celta ou de povos germânicos, porém não tem nada a ver, existem ruivos nas etnias berberes e hebraica. O motivo pelo qual o Reino Unido e a Irlanda terem mais ruivos em curto alcance é por causa do isolamento das ilhas pelo mal tempo que existe por lá.

Nos Estados Unidos se encontra a maior população de ruivos do mundo, mais de 1 milhão de ruivos, isso tudo fruto das migrações britânicas e posteriormente irlandesas, cujo os países possuem muitos cabeças vermelhas.

Marginalização

Durante a história os ruivos foram marginalizados, na Alemanha nazista parece que Hitler se sentia incomodado com a presença de alguns ruivos e até os queria classificar como uma raça inferior, contudo grandes líderes vikings, como Erik O Vermelho e o rei alemão Frederico I Barba Ruiva eram ruivos. Muitos ruivos foram queimados durante a caça as bruxas pelo simples fato de serem ruivos.


Algumas fontes de pesquisa: