segunda-feira, 23 de setembro de 2013

O clima e o desenvolvimento humano (o clima e a inteligência)





A área em vermelho no mapa indica as regiões que tendem a ser mais atrasadas em termos de desenvolvimento. Já as regiões em amarelo tendem a ser mais desenvolvidas devido o clima mais ameno.

Alguns estudos de cunho pseudocientífico já notaram que existe uma relação entre o clima e a inteligência e que as regiões entre o trópico de câncer e capricórnio são atrasadas intelectualmente e em tecnologia.

A questão não é que o clima afeta a inteligência, pois se fosse por isso não existiriam seres humanos, uma vez que os australopithecus tiveram origem na Etiópia.

O clima na verdade influencia no índice de desenvolvimento humano e tecnológico, ou seja, se for muito frio ou muito quente as pessoas tendem a ser mais atrasadas no desenvolvimento e na organização.

Já é atestado que o frio tende a deixar as pessoas mais ativas e dispostas, pois assim a atividade física e mental aquece o corpo e garante uma ótima noite de sono; ao contrário do calor que deixa as pessoas cansadas, com preguiça e com tremendo mal estar, assim reclamam pessoas que trabalham no árduo sol do verão em países tropicais que tem que parar o trabalho devido o calor e o mal estar que o sol e a temperatura extrema causam.

Países que ficam entre os círculos polares até os trópicos tendem a ser mais desenvolvidos. A argentina e o Uruguai mesmo são provas disso em relação ao Brasil, onde as regiões mais atrasadas são a norte e a nordeste, lugares esses próximos a linha do equador. O Chile tem um índice elevado também em comparação ao Brasil, não tanto como a Argentina e Uruguai, mas isso devido ao fato de ser um país mais extenso e menos aglomerado.

E entre o circulo polar ártico e o trópico de câncer o desenvolvimento parece ser bem maior, fato de serem regiões que tem uma história política e econômica mais antiga e superior comparado a países explorados. Já a África do Sul comprova mais uma vez de como clima influencia no desenvolvimento humano.
O clima não afeta a inteligência, mas deixa mais lento e menos produtivo um povo.


TEXTOS COMPLEMETARES:

Qual o problema da Rússia então? Qual o problema dos países eslavos?

A Rússia ao longo da história criou diversos intelectuais excepcionais, escritores, compositores e até cientistas, inclusive a agência espacial russa foi a pioneira em relação a NASA dos Estados Unidos.

As invasões turcas e mongóis atrasaram a Rússia e esta perdeu parte da tolerância eslava, a adesão ao alfabeto cirílico isolou a Rússia da Europa entre outros fatores de cunho genético podem ser responsáveis também.

Os eslavos sempre foram tratados pelos estudiosos como mais atrasados e mais bestas do que os demais povos, para muitos os eslavos são os árabes do mundo ocidental.

Contudo o principal problema do retardamento dos países eslavos esteja nas invasões turco-árabes, que trouxeram costumes mais machistas e intolerantes, e parte da identidade eslava foi perdida.

O russo mesmo é uma mistura de turco com eslavo e urálico.

Tamanho desprezo que os nazistas tinham pelos loiros eslavos que esses foram tratados como uma sub-raça.

“A tolerância é sinal de inteligência e país intolerante se mostra atrasado e medíocre!”


O que torna Israel tão superior aos seus vizinhos árabes?

Israelenses podem ser geneticamente mais próximos aos sumérios. Outra é que os judeus sempre demonstraram seu alto intelecto, prova disso é a criação da religião judaica e da Bíblia Judaica. Outra razão é o momento histórico influenciados pelos egípcios antigos e sumérios. A tradição judaica também dá valor extrema a leitura e a matemática. 

Os judeus também tiveram influencia ocidental, assim como foram expulsos no final da Europa e voltaram para sua antiga terra.